POR QUE DENTES SÃO EXTRAÍDOS?

Os dentes são extraídos por vários motivos, seguem alguns deles:

  • Uma cárie muito profunda no dente;
  • Fraturas radiculares (das raízes);
  • Uma infecção que destruiu uma grande porção do dente ou do osso adjacente;
  • Não existe espaço suficiente para todos os dentes em sua boca.

Muitos dentistas recomendam a extração de dentes que estavam “inclusos” que nasceram apenas parcialmente. As bactérias podem se instalar em volta de um dente que nasceu parcialmente, causando uma infecção, a qual pode se estender para o osso adjacente e tornar-se um problema ainda mais sério, a famosa PERICORONARITE. Os dentes que estavam inclusos continuam tentando atravessar o tecido da gengiva mesmo quando não há espaço suficiente para acomodá-los. A constante pressão causada por esta tentativa de erupção pode acabar afetando as raízes dos dentes vizinhos. Remover um dente incluso previamente/devidamente planejado pode evitar uma infecção, danos aos dentes e osso adjacentes, além de evitar um sofrimento futuro.

Escove os dentes levemente e sem muita pasta de dente, mas não escove a região da extração.

COMO SÃO EXTRAÍDOS OS DENTES?

Antes de extrair um dente, seu dentista deverá fazer uma avaliação clínica e radiográfica completa, tanto no seu histórico médico como no dentário.

As radiografias revelam o comprimento, formato e posição do dente e osso adjacente. Com base nessas informações, seu dentista poderá avaliar o grau de dificuldade do procedimento e decidir se deverá encaminhá-lo para um especialista ou até para ambiente hospitalar.    

Antes da extração, a área em volta do dente será anestesiada. Os dentistas utilizam um anestésico local para “amortecer” a área da boca onde a extração ocorrerá.

Seu dentista também poderá suavizar e remodelar o osso que sustenta o dente como também realizar procedimentos de enxertias e/ou preenchimentos com biomateriais. Terminada esta etapa, ele finalizará com as suturas, ou seja, os famosos “pontos cirúrgicos”.

O QUE ESPERAR APÓS UMA EXTRAÇÃO?

É essencial manter a área limpa e prevenir infecções logo após a extração de um dente. Seu dentista pedirá que você morda levemente um pedaço de gaze seca e esterilizada, que você deverá manter no local durante 45 a 60 minutos, a fim de estancar o sangramento enquanto o sangue não coagula. Nas 24 horas seguintes, você não deve fumar nem fazer bochechos vigorosamente ou limpar os dentes próximos ao local da extração.

Pode-se esperar um pouco de dor e desconforto logo após uma extração. Na maioria dos casos seu dentista irá prescrever um antibiótico, anti-inflamatório e/ou analgésico.

Colocar bolsas de gelo sobre a região da cirurgia durante 15 minutos irá ajudar muito a evitar o inchaço, visto que o frio atua como um anti-inflamatório natural. Deve-se, também, beber bastante água (e quando possível, com a ajuda de um canudo) e evitar atividades físicas, alimentos e bebidas mornas/quentes. Dois dias após à extração, seu dentista pode sugerir que você use enxaguatórios (sem bochechar) a fim de alivar a sensação de mau hálito.

Em circunstâncias normais, o desconforto deve diminuir num período de 3 a 5 dias. A remoção das suturas (dos pontos) geralmente se faz de 5 a 7 dias em cirurgias “simples” e de 7 a 15 dias em cirurgias mais complexas. No caso de dor intensa ou prolongada, inchaço, sangramento ou febre, ligue para seu dentista imediatamente.

REMOÇÃO / EXTRAÇÃO DE DENTES

  A área em volta do dente é anestesiada antes da extração.

  Um extrator/alavanca ajuda a amolecer o dente.

   Fórceps dentário é utilizado para remover o dente já luxado.

Sobre Nós

Diretor Técnico:

Registro da clínica: CL 9822
Responsável Técnico: Dr. Alex Yutaka Fukabori
CRO do Responsável Técnico: 82220
 
 
A Clínica Odontológica NIPODONTO conta com uma equipe profissional altamente qualificada, sempre atenta e sensível às suas necessidades, e compromissada com sua saúde, estética, anseios e expectativas, visando seu conforto, bem estar e um belo sorriso!

Entrar em Contato